Share this page

About Alexandre Gouveia

Alexandre Gouveia Considerando a violência como a mais evidente expressão contemporânea da questão social, esta entendida como consequência direta do modo de produção capitalista, marcado pela luta de classe e pela apropriação desigual das riquezas socialmente produzidas; Considerando que o sistema de segurança e justiça tem se mostrado historicamente, e sobretudo neste momento, como instrumento de manutenção das estruturas de poder político, econômico e social, resultando em criminalização da pobreza, da negritude, da juventude e dos movimentos sociais;Considerando que o efetivo e verdadeiro enfrentamento da violência deve ser feito por políticas preventivas, que passam por redistribuição de riqueza e garantia de direitos, e por políticas de repressão qualificada com absoluto respeito e promoção dos direitos humanos; Considerando a necessidade de afirmação da segurança como direito humano fundamental que requer políticas governamentais intersetoriais, responsabilização dos três entes federados, dos três poderes da república, além do Ministério Público e com ampla participação e controle popular; Considerando o equivocado modelo de segurança pública vigente no Brasil, gerenciado pelo paradigma repressivo punitivo e violador, que tem privilegiado o uso excessivo da força, o endurecimento das penas, a deficitária oferta do número de vagas no falido sistema prisional, a redução da maioridade penal, dentre outros; Considerando, por fim, a dimensão subjetiva da violência, construída e sedimentada historicamente por uma cultura sócio-política autoritária, escravista, elitista, machista, homofóbica, patrimonialista e privatista; (Adaptado do " Manifesto pela vida e por um novo modelo de segurança pública "MNDH )
Share this page



website security
Diaspora Social Network, african diaspora, diasporaengager